Receitas

Adoras Pizza mas hoje estás num dia que não queres sair do regime? Que tal uma Pizza Vegan Sem Glúten? Ontem tive a honra de participar no Greenfest como Embaixadora e tendo o meu próprio momento de Showcooking, onde confecionei duas receitas: uma entrada que consistia em fazer rolinhos de pepino com pasta de grão e pasta de beterraba e uma sobremesa maravilhosa, uma mousse de chocolate de pera-abacate, banana e cacau! Assim sendo, durante a semana tive estes alimentos em minha casa em grandes quantidades para ir experimentando as receitas! Um destes dias cheguei a casa, e como tinha imensa pasta de beterraba no frigorífico, o que decidi fazer? Inventar! Juntei farinha de milho integral à pasta rosa, espalhei em papel vegetal e levei ao forno: Depois, fiz a minha própria polpa de tomate e juntei à massa daquilo que tinha decidido que seria uma "Pinky Pizza". Quando estava com uma consistência apetecível, retirei no forno e juntei brócolos que já tinha cozido, grão (que também tinha em grandes quantidades no frigorífico), rúcula e tomate. E assim surgiu a minha Pizza Vegan Sem Glúten, uma vez que não fiz uso de qualquer produto de origem animal! Apesar de ter decidido começar este blog, admito que tenho muito pouco jeito em seguir receitas porque acredito muito mais na INVEÇÃO e faço muita coisa "a olho", no entanto, e porque quero que vocês reproduzam a minha pizza que acho mesmo que ficou genial, passo-vos as quantidades daquilo que (acho que) usei: 1/2 beterraba 200 g de farinha de milho integral 1 tomate grande alho em pó órgãos 5 brócolos pequenos 3 colheres de sopa de grão rúcula e tomate cherry Receita: Cortar a beterraba crua em pedaços pequenos e triturar juntando um pouco de água até obter uma pasta. Juntar à pasta de beterraba a farinha e envolver. Espalhar em papel vegetal num tabuleiro e levar ao forno (pré aquecido a 180º) e deixar apenas a base por 15 min. Triturar o tomate com o alho em pó e os orégãos. Espalhar por cima da base e deixar mais 15 min. no forno. Retirar e juntar os restantes ingredientes. Como podem ver, sou a Rainha das receitas básicas e simples!! Espero que façam e partilhem comigo :)

Hoje trago mais uma receita de Brigadeiros Saudáveis  bastante versátil. Isto porque pode ser apresentada como um “Snack pré-treino” pela sua densidade energética, como uma em substituição dos típicos brigadeiros que encontramos sempre nas festas e jantares entre amigos e família, ou ainda pode ser um docinho para aqueles dias chatos em que estamos enfiados em casa e ficamos com uma vontade enorme de “comer coisas doces”. Estes brigadeiros são uma boa fonte de energia, ricos em fibras, anti-oxidantes, vitaminas e minerais provenientes dos super alimentos que contêm. Ora vejamos: Ingredientes 16 tâmaras 4 colheres de sopa de flocos de aveia integrais 12 amêndoas 1 colher de sopa de sumo de limão 3 colheres de sopa de coco ralado Propriedades Tâmara - muito rica em fibra, vitaminas e minerais benéficos para a saúde e o seu elevado teor de açúcar pode servir de adoçante natural a várias receitas, como é caso das bolinhas energéticas. Aveia - excelente fonte de energia por ser um hidrato de carbono complexo e que faça uma libertação prolongada de energia. Amêndoa – um dos frutos secos mais saudáveis, rico em anti-oxidantes, proteínas e fibra. Limão – poderoso anti-oxidante e rico em Vitamina C Coco - os níveis elevados de gordura deste alimento devem-se à presença de importantíssimos ácidos gordos , nomeadamente o ácido Laurico com propriedades benéficas ao nosso organismo, para além de ser rico em flavonoides,  fibras e sais minerais. Valores Nutricionais Tabela Energética dos Brigadeiros Alimentos Quantidade Peso (g) Hidratos de Carbono (g) dos quais Açucare Simples (g) Fibra (g) Proteínas (g) Lípidos (g) dos quais Saturados (g) Total de Energia (kcal) Tâmaras 16 128,0 96,0 81,0 10,2 3,1 0,5 0,0 361,0 Aveia 4 colheres de Sopa 60,0 34,2 0,4 5,7 7,5 4,2 0,8 216,0 Amêndoas 12 12,0 2,4 0,6 1,4 2,6 6,1 0,5 69,4 Coco 3 colheres de sopa 45,0 3,9 1,1 0,2 0,1 0,0 0,0 11,3 Total  10 Brigadeiros 136,4 83,1 17,5 13,3 10,8 1,3 657,6 1 Brigadeiro 25 13,6 8,3 1,8 1,3 1,1 0,1 65,8 Receita Juntar as Tâmaras, a Aveia, as Amêndoas e o Sumo de Limão no processador e triturar até obter a consistência desejada para se. Fazer bolinhas com a mão. Num prato colocar o coco ralado e fazer círculos com as bolinhas envolvendo-as no coco até ficarem cobertas. Levar ao frigorífico.   Agora basta deixar numa caixinha no seu frigorífico e acompanhar com o café antes do treino, levar para uma festa ou simplesmente atacar quando sentir a vontade de doces. Experimentem e Partilhem!!  

Decidi começar a fazer o meu próprio pão e a primeira receita inventada resultou num pão de alfarroba que combina com qualquer coisa, tanto doce como salgado, por não apresentar um sabor intenso e forte. Eu adorei e por isso partilho a receita: 2 ovos 2 colheres de sopa de queijo quark 1 colher de sopa de farinha de Alfarroba 3 colheres de sopa de farinha de Arroz 1 colher de sopa de Sementes variadas 1 colher de sobremesa de fermento Processo: Bater os ovos, misturar o resto dos ingredientes e adicionar o fermento no final. Colocar no forno pré-aquecido a 180º e deixar mais ou menos 20 minutos. Definitivamente vou começar a fazer o meu próprio pão em casa. Estas quantidades deram-me para um pão que me vai chegar para uma semana. Espero em breve partilhar mais receitas de pão assim!! Experimentem e partilhem comigo! Se gostaste desta receita, experimenta também a minha receita de Crepe de Espinafres!

Esta receita de crepe saudavel de espinafres foi feita para duas pessoas e serviu muito bem para um óptimo jantar, antecedido claro, de uma bela Sopa de Tomate. Então, a receita dos crepes é a seguinte: 150g de Espinafres frescos (cozinhados) 2 ovos 100g de Farinha de Centeio -Misturar tudo e levar à frigideira (coloquei uma colher de chá de óleo de coco) , dividindo a massa em dois grandes crepes. Receita do recheio para os dois crepes: Puré de bróculos - 4 bróculos cozidos e triturados Carne de perú picada - Mais ou menos 50 g 1 tomate picado 1 queijo fresco (fatiar e dividir pelos dois crepes) Servir com uma boa salada, a minha era de rúcula e tomate cherry! Bom apetite! Se gostaste desta receita experimenta também as Panquecas com farinha de grão!  

Guarda já esta receita de tartelete de alfarroba! Já estou em Portugal e já tenho acesso a todo um mundo de alimentos. Somos mesmo sortudos e só damos valor aquilo que temos, quando não o temos. Clássico! Então, com aquilo que já tenho, já posso inventar e inovar um pouco as receitas que quero muito partilhar com vocês de forma a inspirar-vos a terem uma alimentação saudável, de forma fácil e sempre saborosa. Hoje trago a receita do meu pequeno almoço pós-treino, uma Tartelete de Alfarroba e Baunilha: 20 g de farinha de alfarroba 15 g de whey sabor a baunilha 25 ml de claras 30 ml de bebida vegetal Como fazer? Fácil!! Misturar todos os ingredientes até obter uma massa homogénea e levar ao microondas 2 minutos numa forma à escolha. Para enfeitar ainda adicionei uma colher de queijo quark, uma colher de manteiga de amendoim , morangos e cerejas ! Experimentem e Partilhem comigo se fizerem esta tartelete de alfarroba!

Em Moçambique estamos no tempo da BATATA DOCE (Ámem!!!!) e por isso hoje trago-vos uma receita de panquecas de batata doce super simples, rápida e saborosa. De hora a hora vem alguém à minha porte vender Batata Doce, por isso, aliado ao facto de eu AMAR Batata Doce, é um alimento que neste momento não falta cá por casa. Uma vez que esta semana a farinha de grão de bico ( com que eu costumava fazer as minhas panquecas de fim-de-semana) ganhou uns bichinhos e teve de ir para o lixo, hoje tive de me por a inventar uma nova receita! Já tinha lido algumas receitas em blogs de Panquecas de Batata Doce, mas todas tinham alimentos que eu não tenho por casa (nem a menos de 200Km de distância) por isso, decidi experimentar uma junção de alimentos que me "soaram" bem juntos e até resultou em algo saboroso. Receita (super simples, como manda a lei de vivência em Moçambique): -60g de Batata Doce; -1 ovo; -1 colher de iogurte natural. Juntar os ingredientes e triturar. Levar à frigideira 1 a 2 minutos cada lado e estão prontas as panquecas mais simples de batata doce! Hoje foi o meu pequeno-almoço, amanhã podia ser o meu jantar! E esta é uma das razões pelas quais eu AMO Batata Doce. É um alimento super versátil, que tanto serve para acompanhamento das refeições principais, como pode ser usado em mini lanches ou, neste caso, ao pequeno almoço! É de baixo Índice Glicémico, o que quer dizer que a sua absorção é lenta (deixando-o saciado durante mais tempo), é rica em fibras, vitaminas e minerais. Experimentem e digam-me que tal!

Booooom dia e bom fim-de-semana a todos! O meu fim-de-semana começou com estas panquecas com farinha de grão e banana! Super deliciosas. Todos os dias quando abro o meu instagram vejo mil e uma receitas de panquecas ótimas que me fazem espumar da boca e morrer de inveja das meninas que estão em Portugal e que tem acesso a produtos todos-mega-fancy para fazer aquelas panquecas! Como aqui em Moçambique não existem esses produtos limito-me a não poder elaborar receitas todas-mega-fancy!!! ACHAVA EU

Hoje o meu dia começou com este Bolo de Caneca Saudável  de Banana e Aveia, que adoro e é tão rápido e simples de fazermos! O bolo de caneca é um bolo feito no interior de uma caneca e basta juntarmos os ingredientes que um bolo normal levaria, mas em menores quantidades, e desta forma obtemos um bolo feito em poucos minutos! Os bolos de caneca são tão fáceis de fazer e se formos criativos podemos dar origem a uns mesmo saborosos e saudáveis. O meu levou uma banana - que só usei dois terços, o resto serviu para decorar no final,  um ovo pequeno, quatros colheres de sopa de flocos de aveia e uma colher de sobremesa de sementes de chia (que é opcional!). Sim,  leste bem! Apenas e só!!! Top, não é? Basta cortar a banana para uma caneca, levar ao micro-ondas 30 segundos para amolecer, juntar o ovo, a aveia e as sementes de chia e mexer tudo com a ajuda de um garfo. Levar a caneca ao micro-ondas 2 minutos et voilá! Está pronto o Bolo de Caneca ou MugCake, como é também conhecido,  a ser servido com o que quiseres!  

Hoje venho dar-te sete ideias de snacks saudáveis e simples. Apresento-te sete ideias: uma para cada dia da tua (incrível) semana que está hoje a começar! Aqui em Moçambique não tenho acesso aqueles produtos especiais que nós, as nutricionistas (ou quase nutricionistas), aconselhamos e usamos e que vocês às vezes nem nunca ouviram falar. Como queijo quark, bolachas marinheiras, farinha de amêndoa, bebida de arroz, açúcar de coco, stevia, pão de centeio com a semente-mais-especial-e-esquesitóide-de-que-nunca-ouvi-falar… Por aí! Por isso, se quero fazer snacks saudáveis tenho de me desenrascar com os alimentos simples que aqui vão existindo. Acredito que desse lado, exista alguma curiosidade em experimentar estas coisas todas que tem usos incríveis. Mas este post, sobre snacks saudáveis, será para aqueles que como eu, têm apenas acesso aos produtos mais banais e simples que se encontram nas prateleiras dos mini-mercados (ou na banca dos mercadinhos). Antes de mais, lembrar que é mesmo importante fazer snacks, isto é, fazer pequenos lanches entres as refeições. Ficar muito tempo sem comer, fazer jejum, reduz a produção das hormonas responsáveis por informar o cérebro que estamos saciados e aumenta a produção da hormona que nos dá a sensação de fome, então o que acontece quando ficamos muito tempo sem comer? Quando fizermos a próxima refeição, vamos atacar e devorar os alimentos que temos à frente de forma exagerada e desnecessária, porque o nosso corpo vai demorar mais tempo a perceber que estamos “satisfeitos”. O objetivo é fazermos lanches que nos deixem saciados até à próxima refeição e que tenham uma absorção lenta (pois quanto mais rápida for a absorção, mais será estimulada a formação de gordura). Posto isto, apresento sete ideias de lanches saudáveis e práticos (considero prático tudo o que consigo fazer na minha cozinha da Ilha de Moçambique!): SEGUNDA-FEIRA: Fruta fresca com sementes e canela; TERÇA-FEIRA: Iogurte natural com duas colheres de aveia; QUARTA-FEIRA: Tostas Integrais (SE NA ILHA DE MOÇAMBIQUE HÁ TOSTAS INTEGRAIS, TÊM DE EXISTIR EM TODO O LADO DO MUNDO!) com tomate e ovo cozido; QUINTA-FEIRA: Palitos de cenoura ou pepino com Hummus (trituro duas colheres de sopa de grão, junto sementes de sésamo, uma colher de chá de azeite e gotas de sumo de limão); SEXTA-FEIRA: Mug cake de banana, ovo e aveia (em breve público a receita super simples); SÁBADO: Tostas integrais com abacate esmagado; DOMINGO: Meia papaia recheada com iogurte natural e frutos secos. Vamos começar?? P.s. Devem ser feitos vários snacks ao dia ( pelo menos dois!). Aqui ficam