Barbara Nutrição

O glúten engorda?

Hoje trago-te um tema bastante polémico e já abordado, mas que ainda assim, causa imensas dúvidas. Será que o glúten engorda? Ou afinal as dietas sem glúten são apenas uma questão de moda? Vamos ver!

O que é o glúten e onde o encontramos?

O glúten é uma proteína, que confere aos alimentos propriedades elásticas e de “cola” – daí o pão com glúten ser mais fofo do que o pão sem glúten – e que está presente em vários cereais como o trigo, o centeio e a cevada. Pode também estar presente na aveia por contaminação, isto é, na sua constituição não está presente, mas se esta for trabalhada em máquinas em que tenham estado em contacto com outros cereais esta pode ser contaminada.

Por tanto se está presente nestes cereais, todos os alimentos que forem produzidos a partir destes, vão ter glúten. Estou a falar do pão, das massas, de bolos e de quase todos os produtos de pastelaria.

Qual é a reacção que o glúten tem no organismo?

De uma forma resumida, o glúten é uma proteína complexa formanda por duas proteínas, que se chamas GLIADINAS E PROLAMINAS.

São as GLIADINAS que vão fazer com que o nosso sistema imunitário reaja quando existe um contacto – pois são formadas por várias sequências de aminoácidos que o nosso corpo não tem capacidade de digerir – portanto na verdade nenhum ser humano consegue digerir o glúten a 100%.

Como ele não é digerido, o nosso corpo pode reagir como se tratasse de um corpo estranho então leva-nos a um estado inflamatório. Para além disso, a gliadina ainda tem um papel de certa forma agressor uma vez que faz com que o nosso sistema imunitário tenham um contacto maior não só com a própria gliadina mas também com outros proteínas alimentares mal digeridas que acabam por também serem consideradas agressoras pelo nosso corpo e basicamente acabamos por reagir mais a outros alimentos que não só aos que tem glúten. Estamos a falar da sensibilidade ao glúten em que há vários níveis e sintomas.

O que é a Doença Celíaca?

A Doença Celíaca, é quando existe uma predisposição genética para esta sensibilidade constante ao glúten, em que o que acaba por acontecer é que o nosso sistema imunitário reage de tal forma que se ataca a ele próprio, nomeadamente o intestino, provocando lesões na mucosa e fazendo com que haja uma diminuição na capacidade de absorção dos nutrientes.

O glúten engorda?

Não, o glúten não engorda. Retirar aos alimentos com glúten da tua alimentação não te vai ajudar, pelo menos diretamente, a diminuir de peso.

Se tiveres alguma sensibilidade ao glúten, pode-te ajudar a melhor alguns dos sintomas associados – como as dores abdominais, inchaço, retenção de líquidos, dores de cabeça – QUE ATENÇÃO SÃO SINTOMAS QUE PODEM TER MUITAS OUTRAS CAUSAS QUE NÃO ESTA SENSIBILIDADE.

“Ah Bárbara, mas a minha prima perdeu peso quando tirou o glúten!”

Certo, vamos pensar onde é que o glúten está presente? Nas bolachas do supermercado, nas pizzas, nos bolos, nos hambúrgueres. Será que a tua prima perdeu peso porque retirou o glúten, ou porque retirou estes alimentos industrializados e hipercalóricos?

Deves eliminar o glúten da tua alimentação?

Se fores celíaco, obviamente. Se tiveres síndrome do intestino irritável ou se tiveres algum sintoma relacionado com a sensibilidade, também pode fazer sentido. MAS ATENÇÃO, procura um nutricionista para te ajudar porque não deves fazer mudanças drásticas na tua alimentação de forma a que não tenhas alguma carência alimentar.

E também porque nem todos os produtos “glúten-free” que encontramos no mercado são sempre interessantes a nível nutricional. Pensa que para a indústria tirar as tais características elásticas e fofas dos alimentos, tem de compensar com outras coisas. Para saberes analisar um rótulo de um alimento e perceberes se ele é interessante a nível nutricional, convido-te a espreitares o meu artigo sobre Leitura de Rótulos.

 

Este artigo foi produzido com as técnicas de SEO que aprendi no curso de SEO para criadores de conteúdos da Lisbon Digital School e que recomendo para quem tenha interessem em aprofundar técnicas de marketing digital. 

Post a Comment